Os COEs normalmente têm uma precificação com uma "condição para o mesmo período". Esse tipo de ativo e todas as outras Rendas Fixas sem fluxo cujo cálculo do sistema não atende podem ter preços inseridos pelo próprio usuário periodicamente.

1- PARA CADASTRAR O ATIVO.

Rota: Menu Lateral -> Cadastro -> Ativo -> Renda fixa - inserção manual.

Opções de Cálculo

1.1.Tributação: combo com as opções de tributação disponíveis no sistema. Neste cadastro é possível inclusive selecionar a opção de inserir os PUs líquidos também.

Ao selecionar uma opção, aparece do lado direito desta a descrição detalhada do imposto. Campo importantíssimo que será utilizado:

  • para cálculo dos impostos provisionados no extrato;

  • para cálculo dos impostos que ocorrem nos resgates;

1.2. Data de Início: data a partir da qual será permitido inserir os preços em Operações - Renda Fixa - Inserir PUs. Deve obrigatoriamente ser menor ou igual a a data que será lançada em Operações - Renda Fixa - Aplicação - caso contrário, a aplicação pode ficar "Aguardando PU" em Operações - Renda Fixa - Pendências;

1.3. Data de Vencimento: data do vencimento do papel. Vai aparecer no Quadro de Avisos;

1.4. No.Dias Corridos de Carência para Recompra: campo numérico para inserção do número de dias a partir do qual a liquidez / disponibilidade financeira passa a ser diária.

Exemplo: se após uma semana do início, o ativo já tem liquidez, o campo deve ser preenchido com o número "7". Se não há nenhuma carência para negociação, o campo deve ser preenchido com "0" (zero). Se ao contrário, o ativo não pode ser negociado e precisa ser levado ao vencimento, o campo tem que permanecer nulo.

Essa informação é utilizada no gráfico e tabela de disponibilidade financeira no extrato.

Opções de Identificação

1.5. Código: id do ativo no sistema. Não é um campo editável;

1.6 MiniNome: combo que especifica o tipo de Renda Fixa a ser cadastrado. Serve para uma referência no cadastro e concatenação do nome sugerido, podendo ser utilizado em customizações na plataforma exclusiva. Não aparece em nenhum relatório ou extrato;

1.7. Emissor: combo que lista as instituições cadastradas previamente em Cadastro - Instituições. Se a instituição desejada não estiver na lista, é necessário cadastrar em Cadastro de Instituições;

1.8 Nome: campo alfanumérico de até 300 caracteres que aparecerá nos extratos, posições e relatórios. É possível editar e colocar o nome que quiser

A sugestão do sistema é uma concatenação do tipo do ativo + emissor + remuneração + "Vencto" + data de vencimento inserida.

Sempre é possível voltar ao nome sugerido clicando sobre o botão "Editar a partir do nome sugerido" do lado direito do campo;

1.9 Estratégia: combo que lista as estratégias cadastradas previamente em Cadastro - Estratégias. Se a estratégia desejada não estiver na lista, é necessário cadastrar em Cadastro de Estratégias.

2.0 Risco: combo que lista os riscos cadastrados previamente em Cadastro - Risco. Se o risco desejado não estiver na lista, é necessário cadastrar em Cadastro de Riscos.

2.1 Moeda - Qual a moeda que o ativo será utilizado

2.2 Indexador para comparação - Benchmark - Combo que apresenta os indexadores disponíveis para comparação. Aparece no extrato na tabela de Análise de Fundos & Ativos da Carteira, no final do extrato do cliente.

2- PARA INSERIR PREÇO NO ATIVO MANUAL

Após cadastrar o ativo, será necessário inserir os preços manualmente, visto que o COE não segue a precificação do Smart.

Siga o passo a passo.

3- PARA LANÇAR MOVIMENTAÇÃO ( Aplicação)

Após cadastrar e inserir os PUs do ativo, siga o passo a passo para lançar aplicações/compra.

Encontrou sua resposta?