O assunto do “NO PRINT” vem sendo bastante discutido entre nossos fotógrafos.

Ainda temos muitos atletas que tem o péssimo hábito de tirar prints das fotos na tela da plataforma para postar nas redes sociais sem comprar as fotos.

Porém, acaba sendo impossível controlar essas ações, até porque eles  podem fazer isso tirando uma foto da tela com o celular.

Algumas medidas são tomadas para inibir o print nas fotos, desativamos a tecla printscreen nas páginas do Fotop onde são exibidas as fotos, o click com o botão direito do mouse sobre as fotos, a opção de salvar foto no Iphone e Android e borramos as fotos quando a janela está em segundo plano para evitar o print indireto no desktop. 

Nós buscamos proteger a integridade da imagem com marca d’água para inibir as pessoas de usarem a foto tirando o print da tela. Mas, se a marca for muito pesada também irá prejudicar quem está querendo realmente comprar a foto. 

O Fotop não tem legitimidade para denunciar esse tipo de atitude, pelo fato de que os direitos autorais da imagem, protegidos pela Lei 9.610/98, são exclusivamente dos fotógrafos, que podem sim denunciar.

Print do print | Fonte @printadao

Sabemos que é um assunto polêmico e somos solidários a resolver essas questões de forma mais tranquila possível. 

Já tivemos casos em que o fotógrafo conversou com quem postou o print da sua foto e o participante excluiu a publicação e depois fez a compra da foto, assim como também já tiveram casos que o fotógrafo entrou em contato e a pessoa não deu importância, não comprou e nem apagou a publicação da foto.

Caso você se sinta lesado e queira denunciar, você tem direito para denunciar nas redes sociais onde a foto foi publicada, mas sempre acreditamos que a melhor forma de agir é conversando.

Encontrou sua resposta?