O SOAP V2 invoca endpoints SOAP de um pipeline. Expressões em Double Braces são suportadas.

Além disso, o componente utiliza templates Apache FreeMaker para gerar a mensagem de chamada que converte o retorno de SOAP para JSON, tentando ao máximo não corromper a conversão.

Dê uma olhada nos parâmetros de configuração do componente:

  • URL: URL a ser chamada - pode conter os parâmetros seguindo o padrão {:param1}, que serão substituídos pela propriedade correspondente da mensagem de entrada.
  • Account: conta a ser utilizada pelo componente.
  • Send the Request Body from a File: se habilitada, a opção considera o conteúdo a ser enviado na chamada através de um arquivo; do contrário, será considerado o que for especificado em "Template".
  • File Name: informa o nome do arquivo a ser enviado na chamada SOAP, se a opção “Send the Request Body from a File” estiver ativada.
  • Template: template Apache FreeMarker para que a mensagem SOAP seja enviada na solicitação.
  • HEADERS: headers da chamada.
  • QUERY PARAMS: query parameters da chamada.
  • Connection Timeout: tempo de expiração da conexão (em milissegundos).
  • Reading Timeout: tempo máximo para leitura (em milissegundos).
  • Stop On Client Error: se ativada, a opção vai gerar um erro para suspender a execução do pipeline.
  • Stop On Server Error: se ativada, a opção vai gerar um erro para suspender a execução do pipeline.
  • All Values As String: se ativada, a opção vai retornar todos os valores dentro das propriedades XML em string.
  • With Spacename: se ativada, a opção mantém os spacenames no retorno do XML.
  • Advanced Settings: configurações avançadas.
  • Allow Insecure Calls To HTTPS Endpoints: quando ativada, a opção permite que chamadas não seguras a endpoints HTTPS sejam feitas.
  • Raw Mode: se ativada, a opção recebe ou passa um payload sem ser JSON.
  • Enable Retries: quanto ativada, a opção permite que sejam feitas novas tentativas.
  • Maximum Number Of Retries Before Giving Up: número máximo de tentativas antes de desistir da chamada.
  • Time To Wait Before Each Retry: tempo máximo entre tentativas (em milissegundos).
  • Override Response Charset: quando ativada, a opção irá sobrescrever o charset retornado do endpoint para o charset especificado na propriedade Response Charset. Quando desabilitada ela respeitará o retorno do charset no header Content-Type. Caso não retorne nenhum charset no content type o padrão utilizado será UTF-8.
  • Response Charset: utilizado somente quando a opção Override Response Charset estiver ativa e forçará o uso do charset especificado nesta propriedade. Padrão: UTF-8.

body: “<a><b>{{ message.b }}</b><#list><references as reference><c>${reference.name}</c></references></#list></a>”
{
headers: {{ message.headers }},
queryParams: {{ message.queryParams }},
references: [
{name:1},
{name:2}
],
b: “test”
}

Sobre o template variável

O nome da variável também pode conter sinal de menos (-), ponto (.) e dois pontos (:) em qualquer posição, desde que eles sejam acompanhados de uma barra invertida (\) logo antes. Do contrário, os sinais podem ser interpretados como operadores.

Sobre substituição de números

<#assign x=42>
${x}
${x?string} <#-- the same as ${x} -->
${x?string.number}
${x?string.currency}
${x?string.percent}
${x?string.computer}

Resultado

42
42
42
$42.00
4,200%
42

Formato de número

<#setting number_format="0.####">

Para verificar se o campo não é nulo:

<#if varTest??>${varTest}</#if>

Encontrou sua resposta?