O menu Monitor permite acompanhar as execuções de pipelines e suas métricas, além de monitorar todas as integrações realizadas em um determinado período de tempo. Na aba “Execuções Concluídas”, o monitoramento é ativado automaticamente a partir do momento em que um pipeline é implantado. Desse modo, é possível localizar determinado pipeline utilizando parâmetros de busca e acompanhar suas execuções concluídas através de ações, conforme explicado neste artigo.

Seletor de Ambiente

No canto superior esquerdo da tela, é possível selecionar o ambiente pretendido a qualquer momento. Ao selecionar o ambiente, a página inteira é atualizada trazendo dados sobre os pipelines implantados no ambiente selecionado.

Seletor de Período

No centro da tela “Execuções Concluídas”, podemos atualizar os dados da monitoração ao selecionar o período pretendido entre as opções:

  • 5 minutos

  • 15 minutos

  • 1 hora

  • Específico: Ao clicar em “Específico”, é possível estabelecer um intervalo de tempo entre duas datas e horas.

Campo de Busca

O “Campo de Busca” comporta parâmetros que auxiliam o usuário a encontrar determinada execução. Através deles, é possível especificar atributos do pipeline que deseja monitorar para localizar suas execuções com maior precisão e rapidez. São eles:

  • Tipo de mensagem: Este parâmetro filtra as mensagens apresentadas conforme o status da execução do pipeline:

    • Todos: Apresenta todos os tipos de mensagens;

    • Resposta: Apresenta apenas as mensagens do tipo "Response", que representa execuções finalizadas sem interrupções;

    • Erro: Apresenta apenas as mensagens do tipo "Error", que representa execuções interrompidas.

  • Nome do pipeline: Este parâmetro filtra os pipelines por nome. Deve-se preencher o nome completo de um pipeline.

  • Versão: Versão do pipeline que realizou a execução (major ou minor, ex.: 2.12);

  • Pipeline Key: Chave de identificação da execução do pipeline;

  • Payload: Este parâmetro permite filtrar informações no JSON enviado na entrada ou saída do pipeline;

  • Origem: Origem da execução, ou seja, o Trigger configurado no pipeline:

    • rest

    • event

    • scheduler (para todos os Triggers do tipo Scheduler)

    • http

    • http-file

    • email

    • email-v2

    • kafka

    • rabbitmq

    • jms

  • Código de erro: Código referente a um erro ocorrido durante a execução do pipeline - os códigos seguem o padrão de Código de Status HTTP.

IMPORTANTE: Existem recursos que permitem a realização de buscas mais ágeis e flexíveis nos logs de execução do pipeline. Para saber mais, acesse o artigo Tela de Logs.

Histórico de Logs

Nesta seção, são mostradas as execuções concluídas conforme o intervalo de tempo e os parâmetros de busca previamente definidos. As informações de cada pipeline estão dispostas no relatório conforme as seguintes colunas:

  • Timestamp: A data e o horário em que o pipeline foi executado;

  • Pipeline Key: Chave de identificação da execução do pipeline;

  • Nome: Nome completo do pipeline;

  • Versão: Versão do pipeline que realizou a execução (major or minor, ex: 2.12);

  • Origem: Origem da execução, ou seja, o Trigger configurado no pipeline:

    • rest

    • event

    • scheduler (para todos os Triggers do tipo Scheduler)

    • http

    • http-file

    • email

    • email-v2

    • kafka

    • rabbitmq

    • jms

  • Tempo decorrido: Duração da execução do pipeline;

  • Tipo de mensagem: Status da execução do pipeline.

    • “Response” para execução concluída;

    • “Error” para execução interrompida.

IMPORTANTE: Em ambiente de produção (prod), o histórico de logs presente nesta tela expira em 30 dias; em ambiente de teste (test), 7 dias.

Ações

Detalhes da Execução (botão Lupa)

Cada execução gera logs detalhados, fornecendo o Pipeline Key e as mensagens de requisição e resposta do pipeline, bem como a data e a hora em que foram geradas e o tamanho de cada uma.

IMPORTANTE: Em casos de payloads muito grandes, a Plataforma os apresenta de maneira truncada, pois o tamanho e a exibição seria muito grande. Para saber mais, acesse o artigo Tela de Logs.

  • Logs: Nesta aba, é possível visualizar os dados dos logs de uma execução individualmente. São eles:

    • A data e o horário em que o passo foi executado no pipeline;

    • O nível do log (info, error ou warn);

    • As mensagens de cada log.

Também é possível copiar determinado log através da opção presente em Ações.

  • Mensagens: Nesta aba, é possível visualizar o passo a passo do pipeline, ou seja, como cada componente manipula os payloads. No entanto, serão mostrados somente os primeiros 50 passos do pipeline, que estarão disponíveis apenas quando este for executado em test mode.

Através do botão "Veja todos os logs", é possível consultar todos os logs individuais da execução do pipeline em uma seção dedicada. Além disso, é importante informar que em ambiente de produção (prod), o histórico de logs presente nesta tela expira em 10 dias; já em ambiente de teste (test), 3 dias.

Reexecutar pipeline (botão Atualizar)

Ao clicar neste botão, é possível re-executar o pipeline do mesmo modo que ele fora executado anteriormente, podendo inclusive manipular o payload utilizado na execução em questão - exceto nos casos em que o payload foi salvo de maneira truncada. Além disso, esta funcionalidade possui uma permissão específica a qual pode ser desativada para os usuários.

Encontrou sua resposta?