Pré-requisito(s): acesso ao Painel Intelipost (TMS).

Ferramenta(s): TMS (https://www.intelipost.com.br/).

Regra de Evento

As regras de eventos são de maneira geral a configuração para determinar uma reação a um dado comportamento resultante de uma ação sofrida no sistema. Podemos exemplificar na prática essas regras como por exemplo o bloqueio de algum determinado Status, o repasse de um evento para alguma plataforma, disparos de notificações como SMS, E-mail e WhatsApp.

Abaixo iremos mostrar alguns exemplos de regras possíveis.

  1. Regra de bloqueio de status (Após Status Finalizadores)

    Para criação de dessa regra de bloqueio de eventos, usaremos alguns parâmetros na configuração. Dessa maneira essa regra irá funcionar sempre para bloquear todo e qualquer Status que entre após seus o pedido receber um evento Finalizador como exemplo “Entregue” ou até mesmo “Falha na entrega”. Segue abaixo os parâmetros:

    Em “Selecionar Condições” nós usaremos o “Contém no Histórico”.

    No campo “Adicionar ação” iremos utilizar o “Não alterar Status”.

    A seguir iremos inserir os status aos quais após o recebimento do mesmo não irá permitir a entrada de mais nenhum Status, nesse caso selecionado o evento apenas de “Entregue” como finalizador:

  2. Regra de bloqueio de status (Datas incorretas)

    Nessa configuração podemos parametrizar o bloqueio de status que causam algumas vezes alguns problemas com clientes finais. Essa regra tem como função bloquear status informados com datas incorretas pelo transportador, é uma maneira de tentar vetar ao máximo essa ação. Abaixo estou enviando um exemplo de parametrização:

    Em “Selecionar Condições” você irá selecionar “Diferença Ocorrência do Evento Entrando / Ocorrência do evento anterior”, no exemplo abaixo foi selecionado para que não seja permitida a entrada de eventos com data maior que “219000” (5 meses).

    No campo “Adicionar ação” iremos utilizar o “Não alterar Status”.

  3. Regra de bloqueio de status (Eventos Repetidos)

    O objetivo dessa regra é para que possamos evitar que o transportador fique enviando eventos repetidos causando muitas notificações ao cliente final.

    Em “Selecionar condições” você pode selecionar um método de envio específico (Transportadora) caso preferir, e a condição também de “Repetição Evento Entrando”.

    No campo “Adicionar ação” iremos utilizar o “Não alterar Status”.

  4. Regra de ajuste de Status

    Nessa regra exemplificaremos a possibilidade de recebermos um status com a data incorreta ou mais antiga do que o evento anterior e podermos ajustar automaticamente o horário para após o último status recebido.

    Para essa configuração nós iremos utilizar os seguintes parâmetros:

    No evento entrando você pode padronizar para os eventos finalizadores, dessa maneira nunca vão ficar sobrepostos por algum outro evento que esteja com a data maior do que o mesmo. Padronize também na “Diferença Ocorrência do Evento Entrando / Ocorrência do evento anterior” para que adicione sempre 1 minuto após e também para eventos iguais em uma segunda regra.

  5. Regra de configuração de Webhook

    A regra de evento para envio de Webhook, basicamente funciona para repassar status (Eventos) enviados pelos transportadores ao endpoint selecionado pelo cliente.

    Para as configurações de envio de Webhook para um determinado endpoint, iremos detalhar abaixo quais são os parâmetros necessários.

    Nas condições iremos selecionar “Evento entrando” e em ações “Webhook”.

    Já nas configurações de “Destino”, configure como “Avançado” e basta inserir os dados do Endpoint.

    Após configurar os dados, você deve selecionar para quais os status recebidos que será repassado para o endpoint indicado.

Encontrou sua resposta?