Todas as coleções
Medição de emissões
Medição de deslocamento casa-trabalho e home office
Medição de deslocamento casa-trabalho e home office
Atualizado há mais de uma semana
trem vermelho e branco no trilho durante o pôr do sol

Esse módulo abrange o cálculo das emissões relacionadas ao transporte de funcionários entre suas casas e o local de trabalho, incluindo o uso de veículos particulares, transporte público (trem, metrô, ônibus) ou transporte fornecido pela empresa. Além disso, também considera o consumo de energia dos funcionários em regime de home office.

Passo 1: Entenda que tipo de dados você tem e configure a medição dessa fonte

Utilize o formulário de configuração para informar quais dados a sua empresa possui referentes deslocamento casa-trabalho dos seus funcionários. As respostas fornecidas no formulário definirão quais dados serão coletados e como o software calculará as emissões dessa fonte. O formulário aparece ao você tentar medir a fonte pela primeira vez. Ele também pode ser acessado na aba "Configurar medições" e selecionando a opção "Deslocamento Casa-Trabalho".

Vamos examinar cada pergunta do formulário:

  1. Dados de Dias Trabalhados por Mês: Se a sua empresa possui registros detalhados de quantos dias cada funcionário trabalhou por mês, selecione "Sim". Caso contrário, escolha "Não". Nesse caso, estimaremos o número de dias trabalhados a partir da data de admissão e saída do funcionário.

  2. Modal de Transporte Utilizado: se a sua empresa tem informações sobre os meios de transporte utilizados pelos funcionários para ir ao trabalho, marque "Sim". Se tiver essa informação apenas para alguns funcionários, escolha "Apenas para alguns funcionários". Caso contrário, selecione "Não". Nesse caso, estimaremos os modais a partir de pesquisas de mobilidade urbana no brasil.

  3. Oferta de Transporte pela Empresa: Se a sua empresa oferece transporte para os funcionários, como vans ou ônibus, selecione "Sim". Se não, escolha "Não".

  4. Responsabilidade pela compra de combustível em transporte oferecido pela empresa: Se a sua empresa oferece transporte, indique quem é responsável pela compra de combustível desses veículos. Isso é relevante para classificarmos o escopo dessas emissões (como próprias ou de terceiros) e evitarmos a dupla contabilização desse consumo. As opções incluem:

    1. A sua empresa compra e controla o consumo de combustível: nesse caso, o consumo deverá ser medido no módulo de "Combustível". Consideraremos as emissões de "Van da empresa" como zero no módulo de Deslocamento Casa-Trabalho.

    2. A sua empresa compra mas não controla o consumo: nesse caso, mediremos as emissões de "Van da empresa" no módulo de Deslocamento Casa-Trabalho e as assinalaremos como de Escopo 1 (emissões próprias).

    3. O fornecedor do transporte é responsável pela compra de combustível: nesse caso, mediremos as emissões de "Van da empresa" no módulo de Deslocamento Casa-Trabalho e as assinalaremos como de Escopo 3 (emissões de terceiros).

    4. "Não sei / não se aplica".

Passo 2: Defina o ano da medição

Para começar, você deverá escolher o ano específico para o qual deseja realizar a medição das emissões de deslocamento casa-trabalho e home office. A partir daí, os dados coletados e informados deverão obedecer ao ano base escolhido.

Passo 2: Identifique os funcionários relevantes

Faça um levantamento de todos os funcionários que trabalharam para sua empresa no período. Considere os empregados (CLTs), estagiários, aprendizes, temporários, diretores estatutários ou quaisquer outros tipos de funcionários que pertencem a sua organização. Essa categoria engloba também todos os funcionários das entidades e unidades operadas, alugadas ou de propriedade da organização inventariante.

Além disso, você pode opcionalmente incluir na lista os funcionários de outras entidades relevantes, como prestadores de serviços terceirizados, consultores e outros indivíduos que não são funcionários da organização inventariante, mas que se deslocam até as suas unidades com frequência.

Passo 3: Colete informações sobre os funcionários

Uma vez que você tenha identificado os funcionários relevantes, será necessário coletar informações específicas sobre eles. Siga estas orientações para obter os dados necessários:

  1. Nome ou identificador do funcionário: Insira o nome completo ou um identificador único para cada funcionário.

  2. Informações que permitam embasar o número de dias trabalhados: aqui a colet a de dados irá diferir conforme o o que você informou no Formulário de Configuração (Passo 1 desse tutorial)

    1. Se você sabe o número de dias trabalhados, informar para cada mês do ano:

      1. Número de dias trabalhados presencialmente: informe o número de dias que cada funcionário teve que se deslocar da casa para o local de trabalho.

      2. Número de dias trabalhados em home office: informe o número de dias que cada funcionário trabalhou em regime de home office.

    2. Se você não sabe o número de dias trabalhados:

      1. Data de admissão do funcionário: primeiro de trabalho do funcionário. Caso você deixe em branco, iremos supor que o funcionário não foi admitido no ano base da medição (logo, trabalhou desde o início do ano).

      2. Data de saída do funcionário: ultimo dia de trabalho do funcionário. Caso ele continue trabalhando, deixar campo em branco

  3. CEP e endereço da residência do funcionário: Forneça o CEP e o endereço completo da residência de cada funcionário.

  4. CEP e endereço do local de trabalho: Insira o CEP e o endereço completo do local de trabalho de cada funcionário.


    Pule os tópicos 5 e 6 caso você tenha marcado que não sabe a frequência de uso de modais de transporte no Formulário de Configuração.

  5. Frequência de uso de modais de transporte do funcionário é conhecida:

    1. Marque "Sim" se sua empresa possui informações sobre o meio de transporte utilizado pelo funcionário para ir ao trabalho e a frequência de uso.

    2. Caso não tenha essas informações, marque "Não" e faremos uma estimativa com base em estudos de mobilidade urbana no Brasil. Ainda assim, recomendamos que façam uma pesquisa interna para obter os dados específicos da sua empresa, pois isso garante maior precisão dos cálculos e permite que criem políticas de redução dessas emissões.

  6. Informações sobre a frequência de uso de modais de transporte: Se você marcou "Sim" na pergunta anterior, informe a porcentagem de vezes que cada funcionário utilizou os seguintes modais de transporte:

    1. Carro Pessoal: a gasolina, etanol, diesel, GNV, ou com combustível desconhecido

    2. Moto Pessoal: a gasolina, etanol, ou com combustível desconhecido

    3. Taxi ou aplicativo (exemplo, uber)

    4. Bicicleta ou a pé

    5. Ônibus

    6. Metrô ou Trem

    7. Balsa

    8. Van da empresa

    9. Carona com outro funcionário

Passo 4: Registre as informações na Plataforma

Após reunir todas as informações necessárias, acesse a seção de medição de deslocamento casa trabalho na Plataforma Compensa. Preencha os campos fornecidos com as informações coletadas dos funcionários, garantindo que as informações estejam corretas e atualizadas.

(Opcional) Passo 5: Atualize suas medições

Atualize as medições existentes caso você queira adicionar novos registros de deslocamento ou atualizar informações existentes de determinado mês. Se você estiver atualizando medições, esteja ciente de que os dados fornecidos substituirão as informações anteriores. Isso significa que os dados do mês selecionado serão apagados e substituídos pelos novos dados que você fornecer. Portanto, revise cuidadosamente todas as informações antes de finalizar a atualização das medições.

Passo 6: Verifique e gerencie os seus resultados

A tela "Ver Emissões" de deslocamento casa-trabalho contém todas as medições já realizadas pela sua empresa para esta fonte. Nela, você pode explorar os resultados dos seus cálculos, ver o seu total de emissões e exportar os seus cálculos em formato XLSX ou CSV.

Nesta tela, você pode também excluir uma ou mais medições realizadas. Isso é útil caso precise corrigir um dado inserido incorretamente. Para fazer isso, selecione as emissões que deseja deletar e clique no botão da lixeira para excluir a medição. Caso tenha mais dúvida sobre esse processo, consulte nosso guia de deleção de emissões.

Para ver análises mais detalhadas sobre seu perfil de emissões, acesse a página de Relatórios. Você conseguirá ver gráficos e tabelas que resumem, por exemplo, a evolução mensal dessa fonte, a quebra de emissões por local de trabalho ou por cliente atendido.

Se você tiver mais dúvidas ou precisar de assistência adicional, nossa equipe de suporte estará pronta para ajudar.

Respondeu à sua pergunta?