Pré-requisito(s): acesso ao Painel Intelipost (TMS).

Ferramenta(s): TMS (https://www.intelipost.com.br/).

As regras de cotação são regras de negócio que impactam diretamente na cotação de frete, sendo possível criar regras para excluir determinados métodos de entrega, alterar o preço do frete, aumentar o prazo de entrega entre outras ações.

Este artigo abrange os seguintes tópicos:

  1. Introdução sobre as regras de cotação

  2. O que cada condição faz?

  3. O que cada ação faz?

  4. Exemplos práticos de regras de cotação que você pode criar para aprimorar a sua operação logística


1. Introdução sobre as regras de cotação:

Para consultar, editar, apagar ou criar novas regras de cotação, primeiramente é necessário acessar a tela regras de cotação em sua conta do TMS. Para isso, basta seguir o seguinte caminho:

Menu > Cotação > Regras de Cotação

mceclip3.png

Nessa tela é possível visualizar todas as regras de cotação criadas, filtrá-las pelas suas ações e/ou condições, deletar ou clonar uma regra, ativar ou desativar uma regra ou criar novas regras.

mceclip4.png

As regras de cotação funcionam por prioridade: se houver mais de uma regra com a mesma condição (como, por exemplo, duas regras que utilizam o mesmo grupo de produtos como condição), apenas a regra com a prioridade mais alta será aplicada na cotação. Para somar as regras (ou seja, aplicar todas as regras criadas mesmo se as condições forem as mesmas), entre em contato com a nossa equipe de suporte para que essa funcionalidade seja habilitada.

Para alterar a prioridade de uma regra, basta modificar o número no campo prioridade ou usar as setas. A prioridade 1 é a prioridade mais alta. Por padrão do sistema, sempre que uma nova regra de cotação for criada ela aparecerá ao final da lista (com a menor prioridade) e desativada, então é necessário ativá-la para que ela seja aplicada nas cotações e ajustar a sua prioridade, caso queira que ela tenha uma prioridade maior.

Nas imagens abaixo temos o formulário para a criação de novas regras de cotação.

No campo nome desta regra, recomendamos a inserção de um nome que facilite na identificação e na busca por esta regra na lista.

O campo período de validade é o único campo de preenchimento opcional. Se você deixá-lo em branco, a regra permanecerá ativa até que você a desative manualmente. Se você preencher esse campo, a regra será válida somente pelo período de tempo inserido aqui.

mceclip0.png

É possível aplicar mais de uma condição ou nenhuma condição para cada regra, porém só é possível aplicar uma ação por regra e a escolha da ação é obrigatória. As opções de ações são fixas, ou seja, elas não mudam de acordo com as condições selecionadas.

Para cada condição disponível existem campos específicos que precisam ser preenchidos para a criação de uma nova regra. Ao selecionar as condições, os campos a serem preenchidos aparecerão ao final deste mesmo formulário e todos esses campos são de preenchimento obrigatório. Para a regra de cotação ser aplicada nas cotações, todas as condições estabelecidas nela precisam ser atendidas.

mceclip23.png

Quando você terminar de configurar a sua regra de cotação, não esqueça de clicar em salvar. Também lembre-se de ativá-la e de verificar se a prioridade atribuída satisfaz as condições criadas. Para saber mais sobre como definir a prioridade das suas regras, acesse esse artigo.

Outro ponto muito importante na criação de novas regras de cotação é testá-las para ver se está tudo funcionando como o esperado. Se quiser, você pode utilizar esse link para a realização de testes ou criar cotações de teste em sua conta.



2. O que cada condição faz?

  • Estado/Região: aplica a regra por estado ou região. É possível adicionar mais de um estado/região na sua regra, para isso basta inserir o estado e a região desejos e clicar em incluir estado. A definição que o TMS usa para diferenciar capital/interior/ambos é a mesma dos Correios/IBGE.

  • CEP Região: aplica a regra por intervalos de CEP do destinatário (consumidor final). Para adicionar mais de um intervalo, basta inserir o intervalo desejado e clicar em incluir intervalo de CEP. Também é possível importar a relação de CEP's em massa. Para isso, basta baixar o modelo, preencher os os intervalos desejados e importar.

    IMPORTANTE: as colunas da planilha modelo devem estar configuradas como texto e não como número, pois os CEPs precisam conter 8 dígitos cada um, incluindo o número zero inicial, e se você deixar a formatação dos valores como número, o valor zero inicial será removido (e CEP ficará com 7 dígitos) e ocorrerá falha na importação.

  • CEP Origem: aplica a regra por intervalos de CEP de origem (CEPs dos centros de distribuição). Para adicionar mais de um intervalo, basta inserir o intervalo desejado e clicar em incluir intervalo de CEP. Para isso, basta baixar o modelo, preencher os intervalos desejados e importar.
    IMPORTANTE: as colunas da planilha modelo devem estar configuradas como texto e não como número, pois os CEPs precisam conter 8 dígitos cada um, incluindo o número zero inicial, e se você deixar a formatação dos valores como número, o valor zero inicial será removido (e CEP ficará com 7 dígitos) e ocorrerá falha na importação.

  • Centro de distribuição: aplica a regra por centro de distribuição cadastrado em sua conta. Para adicionar mais de um CD, basta clicar em incluir centro de distribuição e selecionar o CD desejado.

  • Transportadora: aplica a regra por transportadora. É possível adicionar mais de uma transportadora na sua regra, para isso basta inserir a transportadora desejada e clicar em incluir método de entrega.

  • Valor do pedido: aplica a regra por valor do pedido. Para adicionar mais de um intervalo de valor, basta inserir o intervalo desejado e clicar em incluir intervalo de valor para o pedido.

  • Comparação de custo: aplica a regra por comparação de custo entre dois métodos de entrega diferentes. Para adicionar mais de uma comparação, basta preenchê-la e clicar em incluir comparação.

  • Áreas especiais: aplica a regra por áreas. Essa condição é específica para os métodos de entrega dos Correios e não é necessário utilizar a condição transportadora para especificar que é para os Correios, pois o sistema entende que isso é específico deles.

  • Categoria de produtos: aplica a regra por categoria de produtos cadastrados em sua plataforma (essa informação é extraída via API) e só funciona para as cotações por produto. Para adicionar mais de uma categoria, basta inserir a categoria desejada e clicar em incluir categoria.

  • Plataformas: aplica a regra por plataformas de venda que você utiliza (e que integram com o TMS). Para adicionar mais de uma plataforma, basta clicar em adicionar campo.

  • Canal de vendas: aplica a regra por canal de vendas (essa informação é extraída via API). É possível adicionar mais de um canal de vendas na sua regra, para isso basta inserir a transportadora o canal desejado e clicar em adicionar campo.

  • Tipo de cliente: aplica a regra por tipo de cliente (essa informação é extraída via API). Não é possível adicionar mais de um tipo de cliente nessa condição.

  • Peso do carrinho: aplica a regra por peso do carrinho. Nessa condição só é possível adicionar um intervalo de peso. Para editar o intervalo desejado, basta preencher novamente os campos de e para e clicar em editar intervalo de valor para o pedido. Confira se a sua conta está configurada para receber as cotações em quilograma ou grama na página informações da empresa em sua conta.

  • Período: aplica a regra por período. Nessa condição apenas o preenchimento do horário é obrigatório, mas também é possível definir para quais dias da semana essa faixa de horário será válida para a aplicação da regra.

  • Grupo de produtos: aplica a regra por grupo de produtos e só funciona para as cotações por produto. Para adicionar mais de um grupo, basta inserir o grupo desejado e clicar em incluir grupo de produtos.

  • Peso cubado: aplica a regra por peso cubado do pedido. Nessa condição só é possível adicionar um intervalo de peso. Para editar o intervalo desejado, basta preencher novamente os campos de e para e clicar em editar peso cubado para o pedido. Confira se a sua conta está configurada para receber as cotações em quilograma ou grama na página informações da empresa em sua conta.

  • Cubagem (volume): aplica a regra por cubagem (volume) do pedido. Nessa condição só é possível adicionar um intervalo de volume. Para editar o intervalo desejado, basta preencher novamente os campos de e para e clicar em editar volume (cubagem) para o pedido. Confira se a sua conta está configurada para receber as cotações em centímetros, milímetros ou metros ou grama na página informações da empresa em sua conta.

  • Informações adicionais: aplica a regra caso a cotação contenha a tag inserida nesse campo (essa informação é extraída via API). Você pode usar essa condição para inserir cupons de desconto, por exemplo. Para adicionar mais de uma tag, clique em adicionar campo e insira a informação desejada.

    Esse é o campo do request que deverá ser preenchido com a(s) tag(s) para aplicar uma regra de frete utilizando a condição informações adicionais.

    mceclip5.png


3. O que cada ação faz?

  • Excluir: se a cotação do pedido corresponder às condições que especificamos, ela será excluída.

  • Excluir transportadoras selecionadas: selecionar as transportadoras que devem ser excluídas da cotação.

  • Adicionar no preço uma porcentagem do valor da nota (x%): adiciona no valor do frete o valor da nota fiscal equivalente à porcentagem inserida nesse campo. Exemplo: se o valor da nota do pedido for R$100 e inserimos nesse campo o número 10, será somado no valor do frete R$10. Esse campo também serve para porcentagens negativas, que no caso irá subtrair do valor do frete a porcentagem inserida nesse campo

  • Fixar o preço em uma porcentagem do valor da nota (x%): define que o valor cobrado no frete será o valor correspondente à porcentagem da nota do pedido que você inserir aqui. Por exemplo, se o valor nota do pedido for R$100 e esse campo for configurado com o número 10, o valor cobrado no frete será de 10 reais.

  • Nunca aplicar frete grátis: essa ação só funciona se não houver nenhuma regra de aplicar frete grátis para o mais barato.

  • Fixar o preço unitário (R$x): define que o valor cobrado no frete será o valor que você inserir aqui multiplicado pela quantidade de produtos ou volumes do pedido. Por exemplo, se o pedido tiver 3 volumes ou 3 produtos e você configurar esse campo com o número 5, o valor cobrado no frete será de 15 reais.

  • Adicionar prazo de manuseio: adiciona o valor inserido aqui no prazo total de entrega do pedido. Este campo não aceita valores negativos.

  • Frete grátis para o mais barato: define frete grátis para o método de entrega mais barato retornado em uma cotação.

  • Alterar o preço (x%): adiciona uma porcentagem do valor definido pela tabela de frete ao valor final do frete. Por exemplo, se pela tabela de frete o valor do frete for 10 reais e esse campo tiver sido configurado com o número 10, o valor final do frete será de 11 reais.

  • Alterar o preço (R$): adiciona no valor do frete o valor que for inserido aqui. Por exemplo, se o valor do frete definido pela tabela for R$10 e você tiver configurado esse campo com o valor 5, o valor final do frete será de R$15.

  • Fixar o preço em: define que o valor cobrado no frete será o valor que você inserir aqui, independente da quantidade de volumes ou produtos do pedido. Então, se você configurar este campo com o número 5, o valor cobrado no frete será de 5 reais. Já se você configurar este campo com o número 0, o pedido receberá frete grátis.

  • Adicionar x dias no prazo: adiciona os dias definidos neste campo no prazo de entrega. Esse campo também aceita valores negativos, então você poderá utilizar essa ação para diminuir o prazo de entrega retornado na cotação. Porém, se você inserir um valor negativo que zere o prazo de entrega, a regra será desconsiderada e o prazo de entrega definido pela tabela de frete será retornado.

  • Fixar o prazo em x dias: fixa o prazo de entrega no valor definido aqui. Então se você configurar este campo com o número 5, todos os pedidos que atenderem as condições desta regra terão um prazo de entrega de 5 dias úteis. Este campo não aceita valores negativos.


4. Exemplos práticos de regras de cotação que você pode criar para aprimorar a sua operação logística

Encontrou sua resposta?